counter easy hit

Demonizz

nacionalidade

Leandro Morales e Thiago Pasetchny são o Demonizz, um dos mais respeitados projetos de dark trance brasileiro.

Produzindo desde 2005 baseados na capital paulista, já tocaram em diversas festas e festivais espalhados pelo Brasil sendo o unico live a tocar em 4 edições do maior evento cultural da america latina, a VIRADA CULTURAL
Ao redor do mundo tocaram em países como Costa Rica, Londres, Áustria e Alemanha, mostrando a força do dark brasileiro nas turnes mundiais.

Suas contribuições musicais obtiveram reconhecimento nacional e internacional através do lançamento de tracks nas compilações “Tropical Terror” (Shaman Films -EUA), “Tremors Underground“ (IN) e “The Black Sun” (Dead Tree – BR), “Nuclear Abduction” (Ultravion Records), Mind Tweakers, Apuruami Records, assim como um dos maiores releases de dark mundial com o split album com os artistas Bash e Necropsycho, chamado “Extreme Deformities” sendo considerado por muitos o melhor album de dark do ano de 2008 .

Demonizz oferece uma experiência única em suas composições, cujas características mais evidentes são os ritmos hipnóticos de sua bateria, basslines pesados, sendo um som dinamico altamente psicodelico. Preocupado em manter a pista sempre em movimento o projeto mescla o dark trance com outros estilos, dessa forma, incorporando influências para criar uma atmosfera envolvente durante a apresentação.

Além do Demonizz, Leandro e Thiago trabalham em projetos paralelos como o Duophonix, que tem uma característica rapidas e futurista e o Zinomed, projeto de dark progressivo de baixo bpm e muito dançante, no qual procuram explorar as infinitas possibilidades da música no dance-floor.

Com novas caracteristicas sem estilo definido, e trazendo um renovado senso de criatividade e expansão de seu estilo inconfundível de psicodelia, demonizz continua a mostrar o valor do Dark brasileiro sem rotulos.

Demonizz no Soundcloud

Demonizz no Facebook

Artistas que você pode gostar

Eventos que o Artista se Apresentou ou se Apresentará